segunda-feira, 16 de março de 2009

Essa entende.


Tenho por parte de pai uma parente que nunca entendi o que ela é minha, apesar de chamar de Tia Mariquinha, ela mora num sítio perto da cidade e por volta dos meus 8 anos lembro de ir lá pra tomar banho no rio(quando tinha água), pescar e brincar. Um belo dia eu tinha acabado de chegar e descer da fiorino que pai tinha, tava com um fandangos na mão e comendo feliz quando fui abordado por uma menina também novinha que morava na região, ela apontou pro pacote falando:

- Ei, me dê uma.


Queria muito comer sozinho e feliz, mas por educação resolvi compartilhar e dividir o salgado com a menina, quando estendi o pacote pra ela abrir as mão e eu despejar recebo uma advertência da mãe dela:

- Oxe, dê não que ela come, ela não sabe brincar não menino.

3 comentários:

João Paulo da Silva disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. deus do ceu. q q eh isso?!! santa jumentice

Holy disse...

Como se brincaria com Fandangos?

Seu modo de comer deveras ter influenciado a afirmação da moça, jogando os fandangos pra cima pra cair na boca.

Allysson disse...

Allysson acima, vulgarizado na figura do Holy.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...